domingo, março 18, 2007

portvgalia xxi



Lembro-me de haver só uma Portugália. Era uma marisqueirazeca na Guerra Junqueiro onde havia uns fulanos já velhos ao balcão a trincar tremoços e a alagar o estômago com cerveja. Iamos lá pelos bifes. Eram muito melhores que os da Trindade. O molho era adocicado e o bife era batido com martelo de aço.

Depois veio a era do franchising. De cervejaria a cervejeira. O nome viriatizou-se. Ganhou outros anglicismos do jargão da gestão de empresas como branding e merchandizing.
Nisto o que mais me irritou foi um pormenor. Irritou-me mais que a formula industrializada do novo molho. O que no princípio me pareceu um desleixe tornou-se rotina. A boiar na cerâmica instituiram-se duas batatas fritas em palito. Como ousaram? Conspurcar-me o prato sistematicamente é demais. As batatas são à parte e com mostarda. O pão é que vai no molho.

Outro dia esclareceu-se:
- Olhe desculpe havia um vazia bem passado?
- Já o trouxe, não era para si?
- Trouxe mas não percebi que fosse o bem passado, dei-o à minha filha...
- Não tinha 3 batatas fritas em cima? É esse o bem passado.

1 comentário:

Extravaganza disse...

Quando é que voltamos a dar um pé de dança? Nunca mais lhe pus a vista em cima... Apareça, no sítio do costume!

Beijos e abraços

:))

 
Free counter and web stats