sábado, novembro 27, 2004

afinal há noites de qualidade

Cheira-me que posso ter arranjado a perfeita terapêutica de substituição para as
.
.
.
Em memória de Patrick Swayze temos então a grande:

2 comentários:

.toquio disse...

é muito mau dizer que durante muitos anos fui fã do dirty dancing?

COCOnaVENTOINHA disse...

Nao, claro que não.
Eu próprio também tive uma fase do género, um pouco antes de entrar na puberdade. Lembro-me que a minha prima estava uma calmeirona e eu gimbrinhas tinha de a apanhar no ar quando ela saltava da cama como a actriz principal.
Claro que eu fugia no momento da verdade e ela acabava com um pouco gracioso cú no chão.

 
Free counter and web stats