segunda-feira, julho 25, 2005

A Mulher no Lar 4

No viver intimo com o marido, a mulher precisa de guardar sempre o recato e o pudor cheios de graça que são um de seus maiores encantos. Ela tem de aureolar-se de uma certa poesia, para conservar intacto o prestigio espiritual perdido num convivio descuidado. É necessario regularisar todas as concessões e todas as liberdades, com delicado carinho não isento de firme, mas de maneira a não ferir.
O nosso lar deve ser um jardim. Nêle decorre a parte melhor da nossa existencia, que será tanto melhor, quanto mais solicitamente soubermos cultivar e cuidar todas as flores que o embelezam e o matizam. E como a um jardim, a mulher terá de rodea-lo duma sébe de cautelas, fechar inflexivelmente as suas portas aos que não sabem respeitar a propriedade alheia e podem tentar danifica-lo ou destrui-lo.

(sim, ela está a falar de isso mesmo que estão a pensar...)



1 comentário:

.toquio disse...

eew... quer dizer que o homem pode usar um cortador de relva para tratar do jardim?

 
Free counter and web stats